26 jan 2017

Seu filho já ficou doente e você não encontrava a carteirinha do convênio? A pediatra perguntou sobre as vacinas e você não estava com a carteirinha de vacinação? Precisou fazer o RG do seu filho mas não encontrava a certidão de nascimento?

No post de hoje vou citar os documentos importantes que deve ser organizados e estar sempre a mão:

  • Certidão de Nascimento: Ao nascer, no hospital ou na maternidade os pais recebem uma via da Declaração de Nascido Vivo (DNV), que deve ser levada a um Cartório de Registro Civil, próximo ao local de nascimento ou da casa da família, algumas maternidades possuem um cartório próprio. Ela deve ser retirada em até 15 dias é gratuita e deve ser guardada pela vida toda.
  • Carteirinha de Vacinação: A carteirinha de vacinação foi criada pelo Ministério da Saúde e serve para registrar as vacinas que a criança tomou e as que ela precisa tomar. É o oferecida em todos os serviços de vacinação do país gratuitamente. Ela é fundamental nos primeiros anos da criança onde ela estão mais suscetíveis a doenças. O App Mãe Coruja pode te ajudar muito a se organizar em relação a isso!
  • RG: é o documento oficial emitido pela Secretaria de Segurança Pública para todos os cidadãos nascidos e registrados no Brasil. A primeira via é gratuita e as seguintes variam conforme a região. Ele tem maior durabilidade que a certidão de nascimento, mas alguns pais optam por fazer quando as crianças estão maiores. Não tem validade mas é aconselhável mudar de 10 em 10 anos por causa da foto.
  • CPF: Cadastro de Pessoa Física é um banco de dados gerenciado pela Secretaria da Receita Federal do Brasil que armazena as informações cadastrais dos cidadãos. Para tirá-lo você deve ir a uma entidade pública conveniada que varia em cada estado, ou Agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica ou Correio. Não tem validade e nas entidades públicas é gratuita e em outras paga-se uma taxa de emissão.
  • Passaporte: é exigido para a entrada em outros países. O seu uso só é dispensável no caso de viagens pela América do Sul. Para tirá-lo precisa de agendamento e é pago uma taxa de emissão. O passaporte é válido por cinco anos, desde que a criança tenha 5 anos ou mais:

0 a 1 – 1 ano
1 a 2 – 2 anos
2 a 3 – 3 anos
3 a 4 – 4 anos
4 em diante – 5 anos

O que mais?

  • Carteirinha do Convênio: se possui convênio médico, você precisa levar a carteirinha em todas as consultas.
  • Pasta com os exames médicos: organize todos os exames do seu filhote numa pastinha para nāo se perder. No blog Kalinka Carvalho tem um post sobre o assunto.
  • Pasta com os trabalhos escolares: você verá que seu filho é um artista e vai querer guardar tudo, mas cuidado. Veja post sobre como organizar os trabalhos dos filhos aqui no blog.
  • Fotos Impressas e Digitais: se imprimir faça álbuns padronizados e coloque sempre a data_evento atrás das fotos. Já que estamos numa era digital e iremos ter muitas fotos dos nossos pequenos, comece logo a organizá-las no computador. Eu sugiro que faça pastas no computador com ano_mes_dia_nome_do_evento. Use letras minúsculas e “_” ou “-“ para ocupar menos espaço na memória do computador e padronize.
  • Livro do bebê: muitas māes gostam de curtir o momento criando e ilustrando o livro do bebê, assim quando as crianças crescerem saberão mais sobre elas mesmas.

E ai gostaram? Documentos do filhos organizado? Vamos brincar e curtir os pequenos!

 

escrito por Kalinka Carvalho
0 Comentários / Compartilhe:
Tags: , ,
31 out 2016
criancas-note

Fonte: Freepik

É muito importante incentivar desde de pequenos que as crianças descartem brinquedos e roupas que não usam mais, que estão quebrados e não há concerto ou que não são mais da sua idade.

No dia 12 de outubro comemoramos o dia das crianças e é quando muito delas recebem novos presentes. Essa é uma excelente oportunidade de incentivar uma organização. Fale para ele/ela que para receber novos presentes no dia das crianças, precisará se desfazer das coisas que não usa mais, incentive e ajude!

Que presente dar para cada idade:

Até 1 ano: os presentes não devem conter peças pequenas ou pontiagudas, quebrar com facilidade ou causar reação alérgica. Opte por brinquedos de borracha e musicais, pois são excelentes para estimular a dentição, audição e coordenação motora. Exemplos: chocalhos, mobiles musicais, mordedores e andadores

1 a 2 anos: evite peças pequenas que podem ser engolidas. Opte por livros interativos com texturas e figuras que ajudam na aprendizagem das crianças, brinquedos com formas geométricas, sons e de encaixar também sāo um boa opção.

2 a 4 anos: nessa fase as crianças já tem firmeza nos movimentos e distinguem tamanhos e proporções dos objetos. Opte por brinquedos pedagógicos e jogos mais simples, como quebra cabeças, que tenha, letras, números e cores, jogos de memória e encaixe.

5 a 7 anos: nessa idade as crianças gostam de imitar as atividades dos adultos como: cozinhar, ser médico, professor, bombeiro, etc. Opte por brinquedos com tabuadas e pedagógicos com perguntas e respostas.

8 a 12 anos: nessa idade elas nāo vivem sem jogos eletrônicos, celulares e tablets. Opte por jogos de tabuleiro, quebra cabeça e jogos de cartas para incentivar o desenvolvimento.

Ao comprar brinquedos observe sempre à recomendação etária do fabricante. Respeite e observe também os gostos da criança se elas gostam de música, qual o personagem favorito e tendência de presentes prediletos.

Abaixo segue duas tabelinhas que podem servir com um guia de numeração de roupa para as crianças:

Fonte: ABNT

Fonte: ABNT

Fonte: Tricae

Fonte: Tricae

Fonte: Bebês Brasil

Fonte: Bebês Brasil

 

Assitaura post Kalinka

escrito por Kalinka Carvalho
0 Comentários / Compartilhe:
Tags: , , , , ,